Em vídeo, dom Alberto tranquiliza os fiéis a respeito do tratamento e pede orações

MACAPÁ (AP) | Blog | Atualizado em 20.11.2018 – 14h08

A arquidiocese de Belém do Pará comunicou nesta terça-feira, 20, que o arcebispo metropolitano dom Alberto Taveira Corrêa foi diagnosticado com um coágulo na cabeça. Segundo o comunicado, “O tratamento está sendo realizado via medicamentos”, obrigando assim, por “orientações médicas” a “redução de atividades e repouso”.

Segundo a arquidiocese de Belém, o diagnóstico obtido após exames de rotina realizados pelo arcebispo. “Pedimos a compreensão e colaboração de todos pela diminuição dos compromissos e atendimentos que o Arcebispo normalmente realiza”, continua o comunicado.

No vídeo divulgado junto com o comunicado, dom Alberto tranquiliza os fiéis garantindo a normalidade dos acontecimentos e agradece o apoio do rebanho. Além de arcebispo de Belém, dom Alberto é o assessor eclesiástico da CNBB para a Renovação Carismática Católica do Brasil (RCC Brasil) e até 8 de dezembro assessora a Fraternidade Católica Internacional (Catholic Fraternity), exerce ainda atividade como vice-presidente do Regional Norte 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBBN2).

Comunicado

A Arquidiocese de Belém do Pará torna público que o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, foi diagnosticado, após exames de rotina, com coágulo na cabeça. O tratamento está sendo realizado via medicamentos, bem como orientações médicas para redução de atividades e repouso.

Pedimos a compreensão e colaboração de todos pela diminuição dos compromissos e atendimentos que o Arcebispo normalmente realiza, devido as recomendações pelo corpo médico que o acompanha.

Unidos em orações rogamos as bênçãos de Deus e intercessão de Nossa Senhora pela saúde e rápida recuperação de nosso pastor.

Belém, 20 de novembro de 2018.

Alan Monteiro da Silva
Assessor de Comunicação Social
Arquidiocese de Belém do Pará

Confira o vídeo.

Em Barueri (SP) a RCC Osasco e em Joenville (SC) a Catholic Fraternity foram obrigadas a adiar suas programações.

MACAPÁ (AP) – Por Jefferson Souza

A greve de caminhoneiros no Brasil chega ao 10º dia e na última semana influencia também a realização de eventos católicos pelo país. A RCC Osasco e Catholic Fraternity adiaram seus encontros marcados em decorrência de transtornos para o deslocamento de participantes, fornecedores e organizadores.

A Catholic Fraternity comunicou nesta segunda-feira a transferência do 25º Congresso nacional das Novas Comunidades do Brasil em virtude das paralisações de caminhoneiros nos últimos dias. De acordo com a nota oficial do representante da Regional Brasil da Catholic Fraternity, Aluizio Nóbrega, “Diante da dificuldade no transporte dos congressistas e palestrantes e atendimentos necessários para os três dias, discernimos transferir o evento”. “Não estamos cancelando o encontro, nós fomos forçados a adiar”, explicou Aluísio em vídeo publicado no Facebook.

Assista o vídeo:

 

O congresso que aconteceria neste final de semana, de 1 a 3 de junho, foi transferido para 31 de agosto à 2 de setembro. O evento acontece em Joenville (SC) e está sendo organizado pela Comunidade Católica Arca da Aliança e o Regional do Brasil da Fraternidade Católica para as Novas Comunidades de Vida e Alinça.

Publicação RCC Osasco | Reprodução: Facebook

O Arcebispo de Belém (PA), dom Alberto Taveira, assistente eclesiástico para a Catholic Fraterniy Internacional, e o presidente do Conselho Internacional da entidade, Gilberto Barbosa, estão com a presença confirmadas para participar do congresso. A presidente do Conselho Nacional da Renovação Carismática Católica no Brasil, Kátia Roldi, participa do encontro.

RCC Osasco (SP)

A Renovação Carismática Católica da Diocese de Osasco (SP) realizaria seu congresso diocesano no último fim de semana mas foi obrigada a cancelar as atividades por conta da greve. “Em virtude dessa situação que estamos enfrentando, falta de combustível, diversas manifestações, o núcleo diocesano discerniu pelo cancelamento do Congresso. Há irmãos de regiões mais distantes que não conseguiriam participar”, diz a publicação da RCC Osasco no Facebook.

Marcado para acontecer de 25 a 27 de maio, no Espaço Beata Elena Guerra, em Barueri (SP), o evento ainda não tem nova data de realização.

 

A presidente da RCC explica que a graça do batismo no Espírito Santo é renovada no coração e na vida dos que participam do Congresso


Cachoeira Paulista (SP) / CANÇÃO NOVA – Começa nesta quinta-feira, 7, em Aparecida (SP), a 32ª edição do Congresso Nacional da Renovação Carismática Católica (RCC). O evento que deve reunir até três mil pessoas vai até domingo, 10.

A Presidente do Conselho Nacional da Renovação Carismática do Brasil, Katia Roldi Zavaris, explica que um dos frutos desses eventos é reinflamar a identidade da RCC.

“A graça do batismo no Espírito Santo é renovada no coração e na vida de todos aqueles que participam do Congresso, e também na vida do movimento de um modo geral. Todas as vezes que estamos reunidos, o Senhor derrama sobre nós o Espírito Santo.”

Segundo ela, o Congresso é ainda uma oportunidade para celebrar a unidade do movimento em todo Brasil.

A programação conta com a presença de Patti Mansfield, uma das pioneiras da RCC no Mundo, e do arcebispo de Belém do Pará e assessor eclesiástico da RCC no Brasil, Dom Alberto Taveira. No evento, será celebrado também o Jubileu de Prata de vida episcopal de Dom Alberto.

Ano da Misericórdia

O tema central “Eterna é a sua Misericórdia”, está inserido no contexto do Ano Jubilar proclamado pelo Papa Francisco. Kátia Zavaris explica que a partir do direcionamento que está na Bula de Proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, a RCC tem direcionado seus membros a adotar um estilo de vida de misericórdia.

“Em tudo que fazemos, nas orientações, pregações, formações, estamos direcionando o povo a ter atitudes de misericórdia. É um ano de grande transformação interior e exterior, a partir das obras de misericórdia espirituais e corporais.”

Jubileu de Ouro

A Renovação Carismática Católica celebra em 2017 Jubileu de Ouro, 50 anos do seu nascimento que começou durante um retiro de final de semana na Universidade Duquesne, nos Estados Unidos.

Embora a celebração seja no ano que vem, a preparação para viver o Jubileu já começou. Aqui no Brasil, em comunhão com o Serviço Internacional da Renovação Carismática Católica (ICCRS), a RCC lançou um tríduo no Encontro Nacional de Formação 2015.

“Este derramamento do Espírito Santo que aconteceu oficialmente em fevereiro de 1967 nos EUA, com um grupo de jovens que se reuniu para um retiro de final de semana, aconteceu também uma experiência profunda com o amor de Deus, e partir dessa experiência do amor de Deus o reconhecimento de que Jesus é o Senhor. Durante todos esses anos fazemos memória dessa graça que se espalhou pelo mundo inteiro”.

Para celebrar o Jubileu em nível internacional, o Papa Francisco convocou a Renovação Carismática do mundo inteiro para estar com ele na Praça de São Pedro na Festa de Pentecostes de 2017. Kátia Zavaris explica que este encontro com Francisco será o ápice da celebração. Somente do Brasil, mil pessoas já estão inscritas para participar.

Já aqui no Brasil, a RCC e a Fraternidade Nacional estão preparando uma festa de 29 de junho a 02 de julho para celebrar o Jubileu.

Tratamento de saúde de Dom Alberto inviabilizou a redação livro

Macapá (AP) | Blog | Atualizado em 01.03.2019 – as 10h32

Pela primeira vez em 26 anos o arcebispo de Belém dom Alberto Correa Taveira não publica o livro de reflexão quaresmal Retiro Popular.

Editado nos últimos anos pela editora Canção Nova, o livro com meditações e reflexões para os 40 dias da quaresma de autoria do arcebispo não foi publicado devido o tratamento de saúde de dom Alberto no mês de novembro, quando foi diagnosticado com um coágulo na cabeça.

Segundo a arquidiocese de Belém, o tratamento e a necessidade de recuperação completa impediram a redação do livro. Dom Alberto só voltou as atividades e compromissos após a recuperação da saúde, mas sem o tempo hábil para a redação.

A 27º edição do livro deve ser publicado em 2020.