“Para onde vai a Igreja?”, novo livro de Gerson Camarotti

O volume é uma análise do Pontificado de Francisco nestes cinco anos

MACAPÁ (AP) | Blog – Atualizado em 20.07.2018 – 9h44

O jornalista e comentarista de Política da GloboNews Gerson Camarotti lança neste sábado, 21, em Brasília (DF), seu mais novo livro sobre temas ligados à Igreja Católica. “Para onde vai a Igreja” (Pietra, 2019) é um livro entrevista com cinco cardeais brasileiros: Claudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo (SP); Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo; Raymundo Damasceno, arcebispo emérito de Aparecida (SP); Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro (RJ) e Sergio da Rocha, arcebispo de Brasília e presidente da CNBB.

Foto: Divulgação – Editora Petra

Segundo Camarotti, os cinco cardeais do Brasil representam o rosto proposto para a Igreja implementado pelo Papa Francisco destacando a “unidade na diversidade”. Segundo ele, “pulsa nestas páginas um profundo senso de comunhão entre os entrevistados e a Sé de Pedro, recordando aquele sentire cum Ecclesia que Santo Inácio de Loyola um dia pediu”, avalia.

Os cardeais falam de suas experiências vocacionais e vida antes do episcopado, bem como de temas importantes e em debates na Igreja, como o Concílio Vaticano II, o protagonismo das Conferências Episcopais na América-Latina, os rumos da Igreja no Brasil e os pontificados dos últimos Papas.

Autor de “Segredos do Conclave” (Geração, 2013), onde apresenta “informações inéditas sobre a eleição do Papa Francisco”, Camarroti é o único jornalista brasileiro de uma TV secular que já entrevistou o Papa, quando de sua vinda ao Brasil em 2013 por ocasião da Jornada Mundial da Juventude do Rio de Janeiro.

Foto: Reprodução TV Globo – Fantástico 2013

Em breve apresentação do livro ao programa “GloboNews em Pauta”, na última quinta-feira, 19, o comentarista afirmou que o livro pretende ser não somente uma continuação do primeiro, mas uma avaliação deste cinco anos de Francisco a frente da Igreja Católica, apresentando os avanços e desafios de seu pontificado a partir da percepção dos cardeais brasileiros.

Confira o vídeo

“Eu achava que cinco anos depois era preciso fazer uma avaliação de como tem sido este pontificado de Francisco. O que é que mudou? Mudou o tom? o que éque o Papa consegiu o que é que o Papa não consegiu? tem resistências?”, explicou o comentarista. De acordo com Gerson Camarotti, o foco sobre o pontificado do Papa Francisco é “mais analítico”.

Jefferson Souza

Jefferson Souza