Igreja Episcopal Anglicana do Brasil aprova casamento gay

Após anos de debates internos, a união entre pessoas do mesmo sexo foi quase unânime em Sínodo Geral

MACAPÁ (AP) | Blog | com Agências de Notícias – Atualizado 05.06.2018, as 8h45

A Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB) aprovou o matrimônio de casais do mesmo sexo. A decisão ocorreu na reunião do 43º Sínodo Geral da IEAD no período de 31 de maio à 3 de junho, em Brasília (DF). A Igreja tomou a histórica decisão dando o “caráter sacramental” ao casamento civil homoafetivo, legalizado no país desde 2012. A decisão ocorre meses depois da sagração da primeira mulher ao episcopado no país.

Na pauta da reunião estava prevista a “adequação estatutária da IEAD ao Novo Código Civil Brasileiro”, aprovando o casamento homoafetivo. A mudança canônica foi aprovada por 57 votos a favor, três contra e duas abstenções. O tema vem sendo tratado internamente desde 1997. Conferências, consultas e estudos foram realizadas para a maturação do processo.

Celebração Eucarística Anglicana | Foto: Conic

De acordo com o texto aprovado, “o matrimônio cristão é um pacto solene e público de uma união espiritual e física entre duas pessoas, independente do gênero e orientação sexual, na presença de Deus, celebrado diante da comunidade de fé, por consentimento mútuo e íntimo e com a intenção de que seja por toda a vida”. Para o Primaz do Brasil a decisão resulta do Espírito Santo. Segundo ele, “amplia nossas fronteiras, permitindo que nós possamos ser mais acolhedoras(es) à diversidade no nosso país”.

A reformulação do Código Canônico da IEAB não resultará em reformulação dos textos litúrgicos para o sacramento. O livro de Oração Comum, livro de ritos litúrgicos reformulado em 2015, já apresenta a neutralidade de gênero ao referir-se ao casal ao tratar do sacramento do matrimônio para os fiéis episcopais. Outro indicativo corresponde à doutrina que já definia o “a procriação não é a meta principal e exclusiva do casamento”, diferentemente do sacramento católico.

“A discussão acerca do Santo Matrimônio foi muito desafiadora porque convidou a Igreja a falar sobre o tema mais abertamente”, disse o secretário geral da IEAB Arthur Cavalcante, sacerdote anglicano e homossexual. Em declaração ao Serviço de Notícias da IEAB, Arthur falou que sua orientação sexual nunca foi um impedimento para o exercício das funções clericais.

“Senti na pele a discriminação e a perseguição quando me assumi na Diocese do Recife, e vi colegas terem lutas similares. Algumas pessoas deixaram a Igreja, outras perderam fé nas suas estruturas. Quando fui escolhido Secretário Geral em 2011, a Igreja estava ciente de minha orientação sexual e do fato de que estava em união estável com meu companheiro, Dr. David Morales. Isso não foi impedimento a tal função crucial”, disse o religioso anglicano.

Novo Primaz

O 34º Sínodo Geral também escolheu o novo líder espiritual da Igreja no país. Dom Naudal Alves Gomes, 65 anos, é bispo da diocese anglicana de Curitiba (PR). Casado e pai de três filhos, assume a liderança da Igreja Episcopal Anglicana no Brasil que faz parte da Comunhão Anglicana.

Comunhão Anglicana

Este é o nome que se dá à família de Igrejas Independentes que descendem da Igreja da Inglaterra ou que se identificam com o Anglicanismo e que se encontram em plena comunhão umas com as outras.

Hoje a Comunhão Anglicana consta de cerca de 90 milhões de fiéis agrupados em 32 Igrejas Autônomas (Províncias) e 24 Igrejas Associadas, espalhadas por cerca de 165 países.

Jefferson Souza

Jefferson Souza