Leonardo Boff visita ex-presidente Lula preso em Curitiba

“Encontrei um velho amigo”, disse o ex-frade franciscano

MACAPÁ – [Redação] – o escritor e teólogo Leonardo Boff visitou nesta segunda-feira (7/5) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba(PR) há um mês. Condenado a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex de Guarujá (SP), Lula teria afirmado ao “amigo” Boff que “é candidatíssimo” a presidência da Republica nas próximas eleições.

“Encontrei um velho amigo, recordamos muitas coisas”, disse o ex-frei franciscano. “Ele mandou um recado dizendo que é candidatíssimo. Só vai renunciar quando Moro trouxer uma única prova de que ele é dono do tripex”, contou aos jornalistas no fim da visita.

De acordo com Leonardo Boff, “enquanto (Sérgio Moro) não traz, (Lula) continua candidato, para dar centralidade para os pobres, para que abandonem a situação de inferno e miséria em que vivem”, disse.

Caso eleito

Segundo Boff, o ex-presidente afirmou que caso seja eleito pretende retomar politicas de seus dois governos. De acordo com o teólogo, Lula pretende torná-las “políticas de Estado, entrem no orçamento e o centro do poder econômico e político seja orientado aos que sempre foram excluídos”.

A presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, afirmou na noite desta segunda-feira (7/5) que “o PT registrará Lula em agosto como candidato. O Lula pode e vai ser o nosso candidato”. O anúncio foi realizado durante passeata em São Bernado dos Campos, ABC Paulista.

Tempo

Boff contou aos jornalistas que Lula se dedica em leituras. “Romances, textos espirituais”, segundo o teólogo seriam de agrado do ex-presidente. “Quer aprofundar a questão da espiritualidade, não no sentido de religiões, as no sentido profundo do ser humano, o significado de estar preso, o universo, colocando sua trajetória num nível maior”, afirmou.

Visitas

A Justiça Federal transferiu a Superintendência da PF a responsabilidade de autorizar ou não a visita de não familiares à Lula. Todas as quintas-feiras o ex-presidente recebe familiares e apoiadores em horário reservado e diferenciado dos demais na operação Lava-Jato presos no mesmo local.

Tentativa de Boff de visitar Lula no dia 19 de abril

Apoio de Boff

Na internet, especialmente através do Twitter e de seu blog pessoal, o teólogo Leonardo Boff, um dos grande expoentes da Teologia da Libertação na Igreja do Brasil, tem manifestado apoio ao ex-presidente Lula.

No dia 19 de abril, Leonardo Boff e o argentino premiado com o Nobel da Paz, Adolfo Péres Esquivel, foram impedidos pela Superintendência da Polícia Federal do Paraná de visitar o ex-presidente. A tentativa frustada repercutiu nas redes sociais com a foto de Boff, desconsolado, na frente da guarita de entrada da PF.

 

 

Jefferson Souza

Jefferson Souza