Anglicanos tem a primeira mulher bispa no país

O rito é previsto na tradição anglicana desde 1985

Macapá (AP) – [Blog] – No dia 21 de abril a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB) realizou a primeira ordenação episcopal de uma mulher no país. A sagração de Marinez Bassotto, segundo a tradição anglicana, aconteceu na catedral de Santa Maria em Belém, no Pará.

A celebração foi presidida pelo Primaz da IEAB, Francisco de Assis da Silva, e a bispa de Huron (Canadá), Linda Nicholls. A bispa Marinez Bassotto foi eleita bispa para a Diocese Anglicana da Amazônia, sediada em Belém do Pará e que abrange Amapá, Roraima, Amazonas e Acre.

O Serviço de Notícias da IEAB divulgou que a sagração episcopal de Dona Marinez “significava um novo começo para a maior diocese brasileira em área territorial”. “ A quadra poliesportiva da Catedral de Santa Maria estava lotada com pessoas de toda a diocese, visitantes de outras partes do país e também do mundo, de modo a dar testemunho da sagração da Revma. Bispa Marinez Bassotto”, diz a publicação.

Segundo o Serviço de Notícias, “a liturgia foi preenchida com costumes locais, incluindo danças caboclas na apresentação do Evangelho, oferendas de frutas e vegetais locais e um conjunto de galhetas, cálices e patenas em cerâmica marajoara”.

Dona Marinez na companhia do arcebispo de Canterbury Justin Welby, líder espiritual da Igreja Anglicana, chefe simbólico da Comunhão Anglicana

Eleição

Casada e mãe de duas filhas, Dona Marinez é gaúcha e até a eleição foi pároca da Paróquia de São Paulo, na Diocese Meridional que corresponde a parte oriental do estado do Rio Grande do Sul e Sul de Santa Catarina.

Foi eleita no dia 20 de janeiro de 2018 pelo Concílio da Diocese Anglicana da Amazônia. Na tradição episcopal a eleição de um novo bispo ocorre com a participação de delegações paroquiais formada por leigos e clérigos. Os interessados podem candidatar-se a função e um Concílio é convocado para a escolha.

Para o bispo Primaz da IEAB, Francisco de Assis da Silva, “Certamente vivemos um momento especial de nossa Província com a eleição de nossa primeira bispa. Uma brisa que vem soprar sobre a Igreja e que certamente representa novos tempos e novo jeito de exercício deste ministério tão especial. A Diocese da Amazônia e a IEAB dão um passo decisivo na direção da equidade de gênero e por isso estamos muito felizes”, declarou ao término da sessão que elegeu a primeira bispa episcopal do Brasil.

Ordenação Feminina

Durante a sagração episcopal de Dona Marinez, a reveranda. Carmen Etel Alves Gomes,declarou que “ um telhado de vidro de 33 anos foi esfacelado”. De acordo com publicação do Serviço de Notícias, “apesar de haverem sido ordenadas tantas mulheres ao diaconato e presbiterado (sacerdócio), nenhuma ainda havia sido eleita e sagrada bispa. A sagração da bispa Marinez demonstra que, também para a IEAB, de fato “não há homem ou mulher, pois somos um em Cristo Jesus”, declarou a reverenda, primeira mulher ordenada no Brasil, em 1985.

Jefferson Souza

Jefferson Souza