Papa: responsáveis de bombardeios em Aleppo prestarão contas a Deus

Papa Francisco tristeEle fez afirmação durante Audiência Geral na Praça de São Pedro. Pontífice expressou sua 'profunda dor' pelo o que está ocorrendo na cidade.
PARIS - Agência EFE - O papa Francisco expressou nesta quarta-feira (28) sua dor e preocupação pela situação dos civis na cidade síria de Aleppo e afirmou que "os responsáveis dos bombardeios terão que prestar contas perante Deus".

"Faço uma chamada à consciência dos responsáveis dos bombardeios, que terão que prestar contas perante Deus", disse improvisando ao terminar a catequese da Audiência Geral realizada na Praça de São Pedro.

Francisco lembrou também à comunidade internacional que tem a obrigação de ajudar e de maneira urgente a população civil da cidade síria.

"Continuam chegando notícias dramáticas sobre a população de Aleppo, com a qual me sinto unido em seu sofrimento através da oração e da proximidade espiritual", disse.

Francisco expressou sua "profunda dor" e "grande preocupação" pelo o que está ocorrendo nesta cidade e fez uma chamada para que "todos se empenhem com todas as forças na proteção dos civis, como uma obrigação imprescindível e urgente".